Cabine fotográfica faz montagem expondo a violência doméstica.

 

Que a violência doméstica ainda está presente em nosso meio não é novidade, infelizmente.  O que se tornou uma ideia brilhante e frequente, a partir desse problema, são as grandes empresas repassando a mensagem de alerta por meio de suas campanhas. No Brasil tivemos o grande exemplo do Estadão fazendo parceria com a Giusti comunicação trazendo um espelho extraordinário o qual mostrada o reflexo de mulheres com hematomas. Já na Alemanha, houve outro grande exemplo, inclusive parecido. A ONG “Terre des Femmes” juntamente a DDB Berlim inovaram com a criação de uma cabine fotográfica que foca nessa mensagem de alerta 

  Essa cabine foi montada pensando minuciosamente em cada detalhe, sua localização, o software que trabalharia o projeto e etc. A ideia de ser instalada em uma área movimentada da cidade foi uma grande jogada, “Bruise Automat”, um local muito procurado para fazer as séries instantâneas não só os turistas mas também alemães. Além dessa contribuição, ao entrar uma mulher, o software detecta seu rosto e em uma das fotos em que ela aparece, serão colocadas manchas e/ou hematomas no rosto para incitar a violência doméstica e o alto índice de desrespeito contra a mulher que acontecem na Alemanha.

  Confrontar-se com a própria imagem com marcas de violência não é tão simples, o impacto se torna fortíssimo, principalmente quando paramos para pensar nos números, que diga-se de passagem, não foi utilizado sem propósito. A proporção ¼  das fotos, são também as estatísticas para mulheres violentadas, uma a cada quatro mulheres é vítima desse mal.
  O nosso grande erro é pensar que isso só acontece em países subdesenvolvidos, acabamos por fechar os olhos ao resto do mundo. E este não é um problema só da pessoa que abusa e da vítima, todos nós temos responsabilidade sob o assunto, devemos nos conscientizar e procurar formas mais inteligentes de passar a mensagem de forma a dar valor aquilo.  

Conheça mais sobre a ONG aqui!

Projeto do espelho do Estadão:  AdNews 

 

Deixe uma resposta