Entenda a retirada dos canais abertos das televisões fechadas

Fonte: VcfazTV

Já no início desta quinta feira, dia 30, em São Paulo os clientes que assinaram as operadoras ClaroTV, Oi TV, Net e Sky perderam parte dos pacotes que assinaram como o sinal da RecordTV, RedeTV e SBT.
 Esse corte de programação já estava validado há algum tempo e tem justificativa. A Simba Content (empresa que une as três emissoras de TV citadas acima) já havia informado aos seus consumidores que esse “apagão” no sinal já estava previsto na televisão fechada, com o intuito de pressionar-lás. O caso é que, eles já têm reivindicado em busca do pagamento e a valorização da circulação dos seus conteúdos entretanto não há retorno, o que os fizeram tomar “medidas drásticas”. Essa atitude de cobrança já é efetuada em programadores internacionais e também em empresas como a Globosat.

Embora nem todas as empresas de televisão fechada tenham procurado fazer um acordo com a Simba, a Vivo TV se desvia desse caminho. O representante e negociador da Simba, Marco Gonçalves fala “A Vivo foi a única operadora que entendeu nossa proposta é nosso objetivo de valorizar aquilo que oferecemos. Ainda não chegamos a um acordo financeiro, mas como eles manifestaram a intenção de chegar a um acordo, decidimos liberar o sinal”.
Infelizmente nem todos enxergam o desempenho e a representatividade que essas emissoras têm.  O representante diz que algumas empresas, como a Net e a Oi, foram educadas conosco e receberam a proposta, mas afirmaram que não concordam com a cobrança que desejamos fazer. Isso demonstra que elas não enxergam a importância de um conteúdo de três canais que carregam consigo uma grande audiência”.

De acordo com o executivo a empresa, a pior atitude tomada foi a da Sky “a operadora se recusou a se reunir com a Simba para ouvir nossa proposta. Pediram para que a gente encaminhasse a proposta via e-mail. Não deram espaço para qualquer diálogo”. Complementa que  os espectadores podem sintonizar os três canais gratuitamente apenas com uma o antena digital. E isso vai acontecer. Tanto SBT, quanto Record e RedeTV tem um relacionamento muito forte com o público e continuarão sendo assistidos, independentemente da plataforma. Vamos ver, daqui a algum tempo, quem irá perder mais”.  

Pouco antes do “apagão analógico”, as emissoras envolvidas, por meio de uma programação especial, explicaram o ocorrido e abriram espaço para tirar dúvidas abordando o contexto em que se encontravam. Em resposta Sky, Oi, Net entre e outras utilizaram do espaço que havia a exibição dos canais para falar sobre a situação.

Fonte: Meio e Mensagem

Deixe uma resposta